Quem tem diabetes pode tomar suplementos alimentares?

E voltamos no assunto suplementos alimentares novamente! Mas dessa vez trouxemos uma informação muito interessante, ainda mais se você tem diabetes. Dá só uma olhada!

Muitos atletas amadores e profissionais já ouviram falar e fazem uso dos suplementos alimentares.  Whey protein, porém, poucos sabem sobre as descobertas feitas pelos pesquisadores.

Conhecida entre esportistas e pessoas que querem manter o corpo em forma, a whey protein é um suplemento alimentar composto de proteínas de soro de leite. Novas pesquisas atestam e recomendam o uso para diabéticos, o estudo foi realizado por Cientistas da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, que descobriram que o  whey protein pode ajudar a diminuir a quantidade de açúcar no sangue.

Além da ação benéfica em relação à proteção contra úlceras, o suplemento pode melhorar o sistema imune e diminuem a pressão sanguínea. Porém, as vantagens quanto ao controle da glicemia são ainda pouco estudadas. Cientistas australianos divulgaram que o uso do suplemento aumenta a liberação de insulina pelo pâncreas, podendo ser usado em pessoas com diabetes.

A segunda grande descoberta é sobre o mecanismo através do qual a whey protein ajuda a combater a hiperglicemia. E a ativação de um receptor alternativo de glicose pelas células musculares.

Isto admite que os músculos do nosso corpo consigam segurar açúcar da corrente sanguínea com maior facilidade, independentemente da insulina, o que também ajuda a abaixar a quantidade de açúcar na corrente sanguínea.

Todo cuidado é pouco!

É importante salientar o acompanhamento de um profissional antes de fazer o uso da whey protein, como médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Existe no mercado uma gama muito ampla de suplementos específicos tais como:

GLUTAMINA – O uso de glutamina por diabéticos insulinodependentes pode ser prejudicial, uma vez que o Diabetes tipo 1 é causado pela ação autoimune do sistema imunológico do indivíduo. E o efeito da glutamina relacionado com esse sistema pode ampliar os danos causados às células pancreáticas.

No entanto, no diabetes tipo 2, em que se manifestam as maiores infecções relacionadas ao diabetes, a glutamina é considerada um importante suplemento.

LEUCINA – A leucina é considerada um estimulador da secreção de insulina, aumentando sua liberação de duas a quatro vezes após a ingestão. Dados sugerem que a suplementação de leucina protege contra os efeitos prejudiciais de uma dieta rica em gordura. Apoiando a hipótese da leucina como um fármaco-nutriente promissor na prevenção e tratamento de doenças metabólicas crônicas.

ÔMEGA  3  –  Aumenta os níveis do hormônio adiponectina, que está relacionado com a sensibilidade à insulina. Altos níveis desse hormônio no sangue também têm sido associados a um menor risco de doença cardíaca.

Os benefícios de uma vida saudável e exercícios físicos devem ser sentidos por todas as pessoas. Com nutrição e suplementação adequadas, mesmo pessoas que possuem o diabetes podem ganhar massa, músculos e o mais importante, manter a saúde em dia. A prevenção ainda é o melhor caminho para a manutenção do bem-estar. Hábitos saudáveis garantem longevidade e disposição no dia-dia cada vez mais agitado. Mas nunca se esqueça de consultar um profissional antes de qualquer decisão.

grupowtw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *