A produção de conteúdo ajuda a vender mais?

Esta é uma dúvida recorrente em todas aquelas empreendedoras que vendem produtos ou serviços pela internet.

Será que só patrocinar as publicações e colocar os produtos no máximo de plataformas possíveis não irá me fazer vender mais?

Neste artigo, você aprenderá como a produção de conteúdo com qualidade irá alavancar seu negócio e como pode melhorar sua imagem perante seus públicos.

O que é a produção de conteúdo de qualidade?

É considerado um conteúdo de qualidade todo aquele que responde aos questionamentos de pessoas que buscam seu produto ou serviço, que ajuda o outro.

Não basta apenas escrever respondendo as principais dúvidas, é preciso saber colocar bem as palavras de maneira que qualquer pessoa entenda, sejam aquelas que já conhecem bem o tema ou mesmo quem nada sabe.

Então, é preciso de um profissional?

Desenvolver uma pauta que corresponda a real necessidade do cliente e escrever pode ser feito por um profissional, no entanto, se no momento você não dispõe de um orçamento para isso, pode fazer por conta.

Neste caso, será necessário muita paciência e dedicação para produção de conteúdo efetivamente.

Os primeiros textos podem não ficar como você imaginaria, mas não desista. Faz parte do aprendizado e, no futuro, quando for possível reservar um montante, você saberá o que pedir, o que quer, etc.

Como a produção de conteúdo vai me ajudar a vender mais?

Um conteúdo bem redigido irá trazer muitos benefícios e, por consequência, a venda. Os profissionais de Inbound Marketing, especialistas no desenvolvimento de conteúdos variados para vendas e maior visibilidade, usam a analogia da casa própria e da casa alugada para definir a produção de textos. Veja.

Obs.: Para compreender melhor como o Google apresenta seu conteúdo nas buscas, indicamos saber mais sobre BERT.

Quando o cliente opta por desenvolver conteúdos para seu site, blogs, plataformas em redes sociais, é como se ele estivesse pagando as prestações de uma casa própria, já que, mesmo que um dia ele termine de pagar o financiamento, os frutos estarão rendendo. A casa é dele.

Quando o investimento é realizado em aluguéis (links patrocinados, impulsionamentos, dentre outros), ao parar de pagar, tudo que se ganhou para também.

Entenda, o intuito com este artigo não é que você pare com seus links patrocinados, principalmente, se trazem vendas, mas que complemente e crie uma base sólida em que você não perca tudo o que construiu.

Ao desenvolver textos sua empresa:

  • Cria uma imagem positiva frente ao seu público de interesse, já que demonstra que entende do que está falando;
  • Inicia um relacionamento com o público que consome ou pode vir a consumir o que está oferecendo;
  • Será lembrada;
  • Terá a chamada ‘autoridade’ na internet;
  • Conquistará o público e fará vendas.

É um processo, e uma vez que o cliente consumiu o seu produto ou serviço e gostou, voltará a comprar e o indicará.

Como vou saber o que o meu público quer?

Se você já vende, mas quer aumentar estes números, sabe que há saída. Este é um ponto de partida, no entanto, é necessário analisar os dados de acesso do seu site e o resultado das campanhas realizadas.

Se o seu site já conta com Google Analytics, será razoavelmente simples, pois é possível identificar, por exemplo, de que tipo de dispositivo acessam o site, o que mais acessam, o tempo em que permanecem na página e se desta clicam em outras.

Ao identificar os conteúdos mais visitados em seu site, pode verificar se vai de encontro com seu produto mais vendido, por exemplo.

Se a resposta for positiva, pode desenvolver conteúdos específicos sobre o tema. Em seguida, trabalha textos sobre o 2º assunto mais procurado em suas plataformas.

Observação: É importante alertar que é recorrente ter assuntos que levam a seu site, mas que nada tem a ver com o produto ou serviço que oferece.

Este tipo de acesso não é interessante, pois aumentam sua taxa de rejeição, entenda.

Se a pessoa clicou em um link porque pensou encontrar uma determinada informação, mas não a encontra, logo sairá e isso entra nas estatísticas do Google como uma rejeição seu conteúdo.

Claro, isso não é o único fator que determina rejeição, mas fica para outro momento.

Se possível, crie um blog em seu site. E caso o nome te incomoda, saiba que não precisa ter esta nomenclatura, pode ser chamado de Notícias, Novidades e algo com que se identifique.

Dicas para arrasar na produção de conteúdo para blog

Os blogs deixaram de ser espaços para a comunicação amadora há muito tempo. Hoje são os locais mais indicados para publicar uma variedade de assuntos, como:

  • Dicas;
  • Lançamentos de algum produto ou serviço;
  • Novidades de sua área de atuação;
  • Notícias institucionais;

Além do tema que irá escrever para o blog, há algumas regras sobre o formato que agradam ao Google e também facilitam muito a leitura de quem o acessa.

Confira algumas das dicas:

  • Escreva parágrafos curtos;
  • Separe os parágrafos com subtítulos, claro, mantendo junto os assuntos que tem a ver um com o outro;
  • Se possível, coloque imagens e gráficos relacionados ao que está escrevendo;
  • Faça listas, como esta aqui;
  • Determine uma palavra-chave e a repita sem exagero e com bom-senso;
  • A fonte deve ser confortável para a leitura e em um tamanho razoável;
  • Mantenha espaçamento entre os parágrafos.

São muitos os detalhes com que uma pessoa que produz textos para blog visando o marketing deve se atentar. E é justamente por toda a experiência que estão aptas a escrever sobre uma gama de assuntos.

Se sua empresa quer conteúdo profissional, busque o auxílio de uma agência de comunicação especializada na produção de conteúdo para blog.

Femina Revista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *