Cabelo estragado no salão: direitos do consumidor

Nas notícias sobre o Brasil sempre há uma matéria sobre a preocupação das brasileiras com estética e beleza, não são poucas as vezes em que os gastos são maiores com beleza do que com arte e lazer, por exemplo. O setor é um dos que mais cresce no país e vários empreendimentos e profissionais surgem a cada dia.

É neste cenário que surgem os problemas com serviços mal executados ou que não cumprem o prometido. Recentemente um caso em um salão de beleza causou um rebuliço nas redes sociais. Uma mulher retira megahair, maquiagem e unhas postiças após alegar que não vai pagar a conta. Do ponto de vista do salão, ela agiu de má fé, ao ser informada dos valores e depois alegar que não ia pagar. Do ponto de vista da cliente, o salão agiu de má fé ao não informar o valor dos serviços antes.

Nesses casos vale o bom e velho acordo por escrito, nisso, boa parte dos salões de beleza e clínicas de estética deixam a desejar. Ruim para eles, ruim para o cliente. Fora os fatores que não invisíveis, como produtos vencidos e equipamentos que não oferecem segurança. A operação do Inmetro Que Beleza, notificou salões de beleza e clínicas de estética que não tinham equipamentos em condições de serem usados, alguns foram notificados.

Mas o que fazer quando o tratamento não cumpre o prometido, chegando ao ponto de ter que cortar um cabelo que era saudável e que ficou completamente destruído, ou quando a conta sai mais cara do que o valor combinado? Quais são os direitos do consumidor? O Procon tem algumas respostas:

1 – Em caso de cancelamento de tratamento 100% pago antes da conclusão das sessões, o cliente tem direito à restituição parcial, referente às sessões que não serão realizadas.

2 – Caso os serviços tenham causado manchas, ferimentos, queimaduras, deformações ou não tenham ficado conforme o combinado, vale uma reclamação no Procon.

3 – Tire fotos, comprovantes de pagamento e cláusulas do contrato em mãos. Tudo poderá ser favorável ao realizar a reclamação.

Laryssa Caetano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *