Por mais mulheres inspirando o feminismo

Há quem diga que feminismo é um tema que vem sido discutido atualmente, mas pensando em longo prazo esse assunto sempre foi pautado. Há muitos anos mulheres vêm lutando por seus direitos, desde o século XIX. O feminismo é basicamente isso, um movimento social e político feito por mulheres, que tem como objetivo igualar seus direitos com os homens, que têm seus inúmeros privilégios diante a sociedade.

Muitas pessoas confundem feminismo como sinônimo de machismo, o que causa certo desconforto para as feministas, pois o feminismo busca construir condições de igualdade entre os gêneros, já o machismo é um comportamento cultural que coloca o homem em posição superior em relação à mulher.

feminismo

O feminismo ganhou uma grande força no Brasil de uns tempos pra cá, e as redes sociais ajudaram a tornar isso possível pela facilidade de acesso à informação e comunicação entre as mulheres, que dividem relatos de vida e debatem a questão do assédio nas ruas, estupro, desvalorização no mercado de trabalho, objetificação dos corpos e muitos outros temas pautados pela causa.

Ainda há quem indague que as mulheres já têm seus direitos assegurados, como votar, participar do mercado de trabalho, etc, mas a libertação feminina vai além disso. A busca pelo fim da violência de gênero, por exemplo, é constante.

Segundo dados da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Governo Federal, a cada 12 segundos uma mulher é violentada no Brasil, a cada 10 minutos uma mulher é estuprada, de acordo com o Mapa de Violência e segundo o IPEA, a cada 90 minutos uma mulher é morta, que se enquadra no caso de Feminicídio.

Um ponto importantíssimo a ser tratado é o mito de que as feministas querem ditar o que as mulheres devem ou não fazer. A realidade é bem contrária, as feministas querem que as mulheres não sigam padrões sociais e escolham o que de fato é melhor para elas, cada uma é livre para seguir seus passos e pensamentos.

Mulheres que inspiram o feminismo

Muitas mulheres ao longo dos anos inspiram outras mulheres a lutar pelo direito de serem livres. No Brasil vários nomes estão nesta lista.

Carmem Miranda Carmen: foi uma mulher forte e decidida, que desde jovem traçou o objetivo de ficar famosa e gerenciou boa parte da própria carreira, algo que não acontecia na época.

Elza Soares: Aos 21 anos de idade Elza Soares já era viúva e tinha cinco filhos para criar sozinha. Com 32 anos sofreu muito em um relacionamento abusivo com o jogador de futebol Garrincha, tirou as dores de letra e transpassa a força de ser mulher em suas músicas.

Marta: Apesar do preconceito enraizado no futebol feminino, a jogadora conseguiu ir longe. A atacante que já ganhou cinco vezes o título de melhor jogadora do mundo, um recorde. Ela também é maior artilheira da história das Copas do Mundo de futebol feminino.

Maria da Penha: É um dos nomes mais importantes para a história do feminismo no Brasil. Ela é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres e vítima de violência doméstica, nome dela virou Lei em 2006, estabelecendo o aumento das punições às agressões físicas e psicológicas contra a mulher.

Camila Lourenço (Mila Cacau): É um dos novos nomes de mulheres que escrevem sobre a causa feminista. É autora do livro Enquanto você não vem, atriz, cantora, produtora e apresentadora do Programa Plugin, da Interativa FM e colunista do portal de notícias de Goiás.

Femina Revista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *