Viagens e alimentação saudável

Não há como pensar que a comida servida em viagens promocionais aéreas tem o mesmo sabor de um prato fresquinho de um restaurante ou até mesmo de casa. Isso é inviável, tanto pela logística na preparação das refeições, como também pela questão econômica.

Por isso, em muitos casos, a própria refeição servida pode ser a causa de mal-estar durante a viagem, principalmente para quem é mais suscetível a ter problemas dentro de uma aeronave. Inclusive, existem muitos passageiros que desistiram de se acostumar a comida pesada servida nas aeronaves e levam sua própria comida.

Mas, caso você não se encaixe nessa categoria, aqui vão algumas de opções mais saudáveis para levar em uma viagem de avião e ter um trajeto mais tranquilo.

Faça você mesmo!

Normalmente as opções disponíveis nos aeroportos não são muito melhores que as servidas dentro do avião. Por isso, uma boa dica é preparar sua própria refeição. Se for um voo curto, onde não existe a necessidade de almoçar ou jantar, fica ainda mais fácil preparar um lanchinho e dispensar as refeições servidas.

Opte por lanchinhos sem cheiro muito forte e mais secos para facilitar o transporte e não incomodar outros passageiros.

Outra boa opção é você trazer na mochila suas próprias barrinhas de cereal – que ajudam muito a regular o intestino e matam a fome – ou fazer chips de maçã. As duas opções são muito fáceis e não levam muito tempo. Se você não gosta muito, pode fazer também bolos caseiros, sanduíches feitos em casa e até seu próprio mix de castanhas.

Todas essas opções serão mais leves que as refeições servidas dentro de uma avião e farão a sua viagem ser muito mais tranquila.

Compre antes

Se você não faz muito o tipo cozinheiro, não tem problema. Busque se programar para levar opções saudáveis para o aeroporto. Além da oferta na praça de alimentação ser muito reduzida, os preços costumam ser exorbitantes.

Uma boa dica para evitar gastar muito é comprar diversos tipos de frutas desidratadas e misturar com amendoim, castanha de caju e amêndoa, que tal? Esse tipo de refeição eleva o nível energético do sangue e combate o mal-estar que muitas pessoas sentem ao viajar de avião.

Tente não levar chocolates e outros doces com uma alta taxa de açúcar. Se você não consegue viver sem um doce, uma boa opção é mascar um chiclete – ajuda a saciar a vontade de açúcar e a diminuir a pressão nos ouvidos durante a decolagem. Evite beber refrigerantes e peça sempre sucos ou água durante o serviço de bordo, isso diminuirá os riscos de ter um enjoo durante a viagem.

Peça no avião

Poucas pessoas sabem, mas todas as companhias aéreas que fornecem refeições aos passageiros possuem comidas adequadas a certas dietas restritivas. Talvez você já tenha se perguntado como um vegetariano faz para se alimentar em um voo onde as opções de refeição sempre envolvem carne.

A resposta é muito simples e qualquer pessoa pode ter acesso. Na hora de reservar seu voo, independente da companhia aérea, você pode selecionar um tipo de refeição diferente. Essa refeição é sem nenhum custo adicional à sua passagem e existem diversas opções, dependendo da sua restrição. As opções abrangem tanto restrições alimentares por cauda de saúde – alergias, vegetarianas ou veganas, baixo colesterol – quanto por questões religiosas – kosher, halal ou hindu.

O que achou dessas dicas para se alimentar melhor durante os voos? Tem mais alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe o seu comentário abaixo e participe desse post.

Femina Revista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *